Nélson Évora ganha a medalha de bronze

Português saltou 17.40 metros no terceiro ensaio e estabeleceu um novo recorde nacional de pista coberta.

Nelson Évora arrecadou o bronze para Portugal nos Mundiais de Atletismo. O português ficou a três centímetros do norte-americano Will Claye (17,43), medalha de prata nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos, e a um do brasileiro Almir dos Santos (17,41).

O atleta do Sporting conquistou a 13.ª medalha para Portugal em Mundiais de pista coberta e a primeira desde 2010, quando Naide Gomes conquistou a prata no salto em comprimento.

Um salto de 17.40 metros no terceiro ensaio colocou o português a liderar a final do triplo salto antes dos três saltos finais na Arena Birmingham, sendo depois ultrapassado por Will Clave e Almir Santos. O atleta do Sporting estabeleceu assim um novo recorde de Portugal de Pista Coberta.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.