Morreu Waldir Peres, guarda-redes da seleção brasileira no Mundial de 1982

O antigo guarda-redes Waldir Peres, titular da seleção brasileira no Mundial de 1982, em Espanha, morreu hoje aos 66 anos, devido a um enfarte, informaram fontes familiares.

"Acordou bem, estava a brincar, conversar e depois do almoço aconteceu...", disse a sua irmã Isabel, em declarações ao site UOL.

Peres começou a sentir-se mal depois do almoço e foi levado a um hospital de Mogi Mirim, no estado de São Paulo, mas acabou por morrer ao início da tarde.

Peres iniciou a sua carreira no Ponte Preta, mudando-se depois para o São Paulo, tornando-se de uma das 'lendas' do clube, pelo qual jogou mais de 600 encontros, sendo apenas batido por Rogério Ceni.

Pela seleção brasileira, na qual fez 39 encontros, Waldir Peres esteve nos Mundiais de 1974 e de 1978, mas apenas foi titular em 1982, em Espanha.

Antes de terminar a carreira, o guarda-redes passou por outros clubes brasileiros como o América Rio de Janeiro, Guarani, Corinthians, Portuguesa e Santa Cruz.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.