Menino da "camisola de plástico" conheceu Messi e recusou sair do campo

O árbitro teve de pegar a criança ao colo e levá-la para fora do relvado

Murtaza Ahmadi, o menino afegão que se tornou mundialmente conhecido por causa de uma camisola de Lionel Messi feita de um saco de plástico, conheceu finalmente o seu ídolo. E gostou tanto que não o largava por nada. Recusou sair do campo e teve de ser o árbitro a levá-lo ao colo para fora do relvado.

O menino de seis anos esteve esta segunda-feira em Doha, no Catar, onde o FC Barcelona jogou um amigável com o Al-Ahli, da Arábia Saudita. Foi aí que conheceu Messi. Esteve com o jogador argentino e restante equipa catalã nos balneários e subiu ao relvado para tirar as tradicionais fotografias de grupo. Sempre sem largar Messi. E por mais que o jogador lhe indicasse que deveria sair do relvado, este continuava agarrado a ele.

Só que, a partir de determinada altura, o árbitro queria dar início ao jogo e Murtaza continuava em campo. Teve, por isso, de pegar-lhe ao colo e levá-lo para fora do relvado.

Foi no início do ano que Murtaza se tornou conhecido, devido a uma fotografia partilhada nas redes sociais em que surgia com uma camisola da seleção argentina com o nome de Messi, feita com um saco de plástico. Depois de ter sido identificado, ficou decidido que o menino iria conhecer o seu ídolo.

Ler mais

Exclusivos