Maurício deixa o Marítimo para jogar na liga japonesa

O clube japonês Urawa Red Diamonds oficializou hoje a contratação do defesa central Maurício ao Marítimo, da I Liga portuguesa de futebol.

Em declarações ao sítio do emblema nipónico na Internet, o brasileiro considerou uma "honra" vestir a nova camisola e prometeu "dar o melhor" pela equipa de Saitama.

Maurício fez um total de 48 partidas nos 'verde rubros', nos quais jogava desde janeiro de 2016, e esteve em evidência na época 2016/17, ao fazer dupla no eixo defensivo com o compatriota Raúl Silva, tendo apontado três golos no campeonato.

O jogador, de 25 anos, foi formado no São Paulo e chegou a Portugal em 2014/15, temporada em que realizou 44 jogos e marcou três golos no Portimonense.

Antes de se mudar para o Marítimo, Maurício esteve a primeira metade de 2015/16 emprestado ao FC Porto B (18 jogos e um golo), na época em que a formação secundária dos 'dragões' conquistou a II Liga.

O Urawa Red Diamonds ocupa o oitavo lugar do principal escalão do futebol japonês, conhecido como J-League, com 28 pontos em 20 partidas.

A equipa japonesa mudou de treinador no rescaldo da última jornada, após o sérvio Mihailo Petrovic ter sido despedido e substituído por Takafumi Hori.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.