Estádio do Dragão recebe final da Supertaça europeia em 2020

O Estádio do Dragão, recinto do FC Porto, vai ser o palco da final da Supertaça europeia em 2020, anunciou hoje a UEFA, na sequência da reunião do Comité Executivo do organismo regulador do futebol europeu.

O Estádio da Luz, reduto do Benfica, em Lisboa, era um dos dois candidatos a receber a final da Liga dos Campeões da época 2019/2020, mas foi derrotado pelo Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul.

A final da Liga Europa de 2019/2020 vai realizar-se na Arena Gdansk, na Polónia, enquanto o jogo decisivo da Liga dos Campeões feminina da mesma temporada vai disputar-se na Áustria Arena, em Viena.

O Estádio do Dragão era um dos dois finalistas para a realização da final da Liga Europa, mas acabou por ser preterido em favor da Arena Gdansk, 'casa' do Lechia Gdansk, sendo em vez disso escolhido para receber a Supertaça pelo órgão executivo da UEFA, reunido em Kiev.

O confronto entre os vencedores da Liga dos Campeões e da Liga Europa de 2019/2020 -- a disputar já no decurso da época 2020/2021 -, será a quinta final de uma prova europeia realizada em Portugal num único jogo.

A primeira final de uma prova continental disputou-se em 1967, no Estádio Nacional, em Oeiras, e consagrou o Celtic como vencedor da Taça dos Campeões Europeus -- antecessora da Liga dos Campeões --, graças à vitória por 2-1 sobre o Inter Milão.

Em 1992, o jogo decisivo da extinta Taça dos Clubes Vencedores de Taças teve lugar no Estádio da Luz, entre o Werder Bremen e o Mónaco, com a equipa alemã a impor-se por 2-0.

O Sporting foi uma das poucas equipas a jogar em 'casa' uma final europeia, no Estádio José Alvalade, em 2005, mas o clube lisboeta saiu derrotado frente ao CSKA Moscovo, por 3-1.

A última final europeia realizada em Portugal data de 2014, de novo no Estádio da Luz, entre os rivais Real Madrid e Atlético de Madrid, que os 'merengues' venceram por 4-1, após prolongamento, conquistando dessa forma a Liga dos Campeões.

A atribuição de títulos europeus passou também por Portugal em 1983, com a final da Taça UEFA, entre o Anderlecht e o Benfica, e em 1987, com a Supertaça europeia, entre o FC Porto e o Ajax, que foram disputadas em duas mãos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.