"Esperava isto e até um pouco mais"

Português conquistou a medalha de bronze nos Mundiais de Atletismo

Nelson Évora revelou-se esta noite de quinta-feira satisfeito pela conquista da medalha de bronze nos Mundiais de Atletismo. Ainda assim, o saltador de 33 anos diz que estava até à espera de um melhor resultado.

"Sinto-me muito feliz com este terceiro lugar, sobretudo depois de uma época em que não me deixaram competir nos principais meetings da Liga Diamante. Senti algumas dificuldades para estar aqui no meu melhor, mas tive um pouco a sorte do meu lado, mas sabia que conseguia fazer bastante mais", disse o português, revelando que a sua falta de ritmo privou-o de um melhor resultado.

"Esperava isto e até um pouco mais. Mas a falta de ritmo não me permitiu isso. Tenho muito menos provas do que a maior parte dos meus adversários e fiz o que fiz. Por isso estou satisfeito", salientou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.