Espanhóis lideram Volvo Ocean Race

A segunda etapa, Lisboa-Cidade do Cabo, terminou esta noite, com a chegada dos três últimos da frota à cidade sul africana

Beneficiando de um erro da equipa "Dongfeng", liderada pelo francês Charles Caudrelier, os espanhóis do Team Mapfre, com Xabi Fernández a skipper, venceram a segunda etapa da Volvo Ocean Race, colocando-se também em primeiro na classificação geral desta regata de volta ao mundo.

Na decisão de deixar a rota em direção a sul e virar para África (oeste), o Dongfeng prolongou demasiado um bordo, passando de primeiro para quarto lugar. O "Mapfre" - a equipa mais favorita à vitória final na regata - aproveitou. Colocou-se na liderança e manteve a posição segura até ao fim.

O "Dongfeng", entretanto, fez o que já tinha feito na primeira etapa (Alicante-Lisboa): recuperou posições, terminando em segundo lugar na etapa. Em terceiro chegou a equipa "Vestas 11th Hour Racing", liderada pelo norte-americano Charlie Enright, e em quarto o Team Brunel, do veterano holandês Bouwe Bekking (agora a cumprir a sua oitava volta ao mundo).

Esta noite chegaram à Cidade do Cabo os três últimos da frota: AkzoNobel, Scallywag e Turn The Tide On Plastic, por esta ordem. Uma chegada emocionante, visto que vieram os três em pelotão até ao fim. O 6º (Scallywag) e o 7º (Turn The Tide On Plastic, TTOP) cortaram a linha de chegada com apenas um minuto e oito segundos de diferença - e isto depois de mais de vinte dias e sete mil milhas no mar.

Classificação da etapa
1. Mapfre - 19 dias, 1 hora, 10 min e 33 seg.
2. Dongfeng - 19d 4h 2m 39s
3. Vestas - 19d 5h 37m 53s
4. Brunel - 19d 10h 14m 47s

5. AkzoNobel20d - 20d 07h 24m 40s

6. Scallywag - 20d 7h 55m 21s

7. Turn The Tide On Plastic (TTOP) - 20d 7h 56m 29s

Classificação geral
1. Mapfre - 14 pts
2. Vestas - 13 pts
3. Dongfeng - 11 pts
4. AkzoNobel - 7 pts
5. Brunel - 6 pts
6. Scallywag - 5 pts
7. TTOP - 2 pts.