Egito de Salah chama guarda-redes de 45 anos

Essam El Hadary foi chamado pelo selecionador Héctor Cúper e pode tornar-se no mais velho de sempre a jogar um Campeonato do Mundo

Essam El Hadary, guarda-redes de 45 anos, integra a lista de 29 pré-convocados da seleção do Egito para o Mundial 2018. O jogador do Al Taawoun, da Arábia Saudita, poderá tornar-se no mais velho de sempre a jogar num Campeonato do Mundo,

Da lista do selecionador Héctor Cúper consta o nome da grande estrela do Liverpool, Mohamed Salah, mas também o médio Mohammed Elneny, do Arsenal, que contraiu uma grave lesão e que, por essa razão, se encontra em dúvida para o torneio que se inicia a 14 de junho.

Refira-se ainda que o bracarense Ahmed Hassan também está na lista de pré-convocados. Shikabala, ex-jogador do Sporting, também foi chamado.

Eis todos os jogadores chamados:

Guarda-redes: Essam El Hadary (Al Taawoun, Arábia Saudita), Mohamed El-Shennawy (Al Ahly), Sherif Ekramy (Al Ahly), Mohamed Awad (Ismaily);

Defesas: Ahmed Fathi (Al Ahly), Saad Samir (Al Ahly), Ayman Ashraf (Al Ahly), Mahmoud Hamdy (Zamalek), Mohamed Abdel-Shafy (Al Fateh, Arábia Saudita) Ahmed Hegazi (West Bromwich, Inglaterra), Ali Gabr (West Bromwich, Inglaterra), Ahmed Elmohamady (Aston Villa, Inglaterra), Karim Hafez (RC Lens, França), Omar Gaber (Los Angeles FC, EUA), Amro Tarek (Orlando City, EUA);

Médios: Tarek Hamed (Zamalek), Mahmoud Abdel Aziz (Zamalek), Shikabala (Al Raed, Arábia Saudita), Abdallah Said (KuPS, Finlândia), Sam Morsy (Wigan, Inglaterra), Mohamed Elneny (Arsenal, Inglaterra), Kahraba (Al Ittihad, Arábia Saudita), Ramadan Sobhi (Stoke City, Inglaterra), Trezeguet (Kasimpasa, Turquia), Amr Warda (Atromitos, Grécia);

Avançados: Marwan Mohsen (Al Ahly), Ahmed Gomaa (Al Masry), Ahmed Hassan (Sp. Braga, Portugal), Mohamed Salah (Liverpool, Inglaterra).

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.