Cristiano Ronaldo nomeado para desportista do ano dos Laureus

Esta é a quinta nomeação do português, que poderá tornar-se o primeiro futebolista a conquistar este galardão

O futebolista português Cristiano Ronaldo foi hoje nomeado para os Prémios Laureus, na categoria de desportista masculino do ano, a quinta nomeação para o atleta luso.

O capitão da seleção nacional, que venceu recentemente o prémio FIFA 'The Best' e a Bola de Ouro da revista France Football, pode, assim, tornar-se o primeiro futebolista a conquistar o galardão de desportista masculino do ano e suceder ao velocista jamaicano Usain Bolt, que venceu em 2017 pela quarta vez.

Esta é já a quinta nomeação do jogador português, depois de ter sido considerado para o prémio em 2009, 2014, 2015 e 2017.

Cristiano Ronaldo concorre com o tenista suíço Roger Federer, o fundista britânico Mo Farah, o ciclista britânico Chris Froome, o piloto britânico de Fórmula 1 Lewis Hamilton e o tenista espanhol Rafael Nadal.

Além do próprio 'astro' luso, também o Real Madrid, clube que representa e com o qual venceu a Liga dos Campeões em 2016/17, está nomeado, na categoria de equipa do ano.

Na categoria feminina, a atleta sul-africana Caster Semenya compete com as tenistas Garbiñe Muguruza (Espanha) e Serena Williams (Estados Unidos), além das norte-americanas Allyson Felix, Katie Ledecky e Mikaela Shiffrin.

Os prémios Laureus são atribuídos desde o ano 2000, tendo Lisboa acolhido a organização das edições de 2004 e 2005.

Atleta masculino do ano:

Cristiano Ronaldo (Por, futebol).

Mo Farah (GB, atletismo).

Roger Federer (Sui, ténis).

Lewis Hamilton (GB, automobilismo).

Rafael Nadal (Esp, ténis).

Chris Froome (GB, ciclismo).

Atleta feminina do ano:

Caster Semenya (ZAF, atletismo).

Garbiñe Mugurza (Esp, ténis).

Serena Williams (USA, ténis).

Allyson Felix (USA, atletismo).

Mikaela Shiffrin (USA, alpinismo).

Katie Ledecky (USA, natação).

Equipa do ano:

Equipa francesa na Taça Davis (ténis).

Golden State Warriors (basquetebol).

Mercedes-AMG Petronas (Fórmula 1).

New England Patriots (Futebol americano).

Nova Zelândia (vela).

Real Madrid (futebol).

Revelação do ano:

Anthony Joshua (GB, boxe).

Kylian Mbappé (Fr, futebol).

Jelena Ostapenko (Let, ténis).

Sergio García (Esp, golfe).

Giannis Antetokounmpo (Gre, basquetebol).

Caeleb Dressel (USA, natação).

Regresso do ano:

FC Barcelona (Esp, futebol).

Roger Federer (Sui, ténis).

Valentino Rossi (Ita, motociclismo).

Sally Pearson (Aus, atletismo).

Justin Gatlin (USA, atletismo).

Chapecoense (Brasil, futebol).

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.