Conselho de Disciplina da FPF abre processo sobre incidentes

Queda da proteção de uma bancada e utilização de engenhos pirotécnicos após o golo do Benfica vão ter investigação

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu hoje um processo de inquérito disciplinar por incidentes ocorridos no jogo da I Liga, anunciou aquele órgão.

O comunicado do CD não especifica o jogo em questão, mas surge três dias depois dos incidentes ocorridos no Feirense-Benfica, da 24.ª jornada, em que foram utilizados engenhos pirotécnicos e uma proteção de uma bancada foi derrubada.

As tochas lançadas para o relvado por adeptos do Benfica atrasaram o início do jogo em cerca de cinco minutos e a queda de uma proteção da bancada aquando dos festejos do golo da vitória do Benfica (1-0) provocou ferimentos num repórter fotográfico.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

No PSD não há inocentes

Há coisas na vida que custam a ultrapassar. A morte de alguém que nos é querido. Uma separação que nos parece contranatura. Ou uma adição que nos atirou ao charco e da qual demoramos a recuperar. Ao PSD parece terem acontecido as três coisas em simultâneo: a morte - prematura para os sociais democratas - de um governo, imposta pela esquerda; a separação forçada de Pedro Passos Coelho; e uma adição pelo poder que dá a pior das ressacas em política.