Competições Basebol e Softbol terão lugar em Fukushima

Confederação de basebol desdramatiza receios em Fukushima

O presidente da Confederação Mundial de Basebol e Softbol (WBSC), Riccardo Fraccari, desdramatizou hoje o facto de a organização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 sediar as modalidades em Fukushima, devastada em 2011 por um terramoto.

O abalo sísmico de há cinco anos também originou uma contaminação nuclear, já que a central de Fukushima foi também abalada.

Fraccardi, no Japão para uma visita a Fukushima, lembrou que o organismo patrocinou recentemente um 'ensaio' na região, um torneio de sub-15, que decorreu sem percalços.

"Pelos dados que tenho recebido, a situação não é perigosa em Fukushima. As informações são positivas, pelo que acredito que não teremos problemas", disse Fraccari aos jornalistas.

No entanto, caberá ao Comité Olímpico Internacional (COI) a última palavra sobre o 'palco' para o basebol e softbol em Tóquio2020, esperando-se que o Comité Executivo tome uma decisão final na próxima reunião, agendada para inícios de dezembro.

Ler mais

Exclusivos