Sporting de pontaria afinada elimina FC Porto e marca final com Benfica

O Sporting venceu hoje o FC Porto, por 30-21, na segunda meia-final da Taça de Portugal de andebol, garantindo, assim, uma vaga no jogo da final, este domingo, frente ao Benfica.

Os 'leões' fizeram do seu poder de fogo o grande trunfo neste desafio, perante um FC Porto inconstante, que, além de sentir dificuldades para travar as investidas contrárias, revelou muitas pechas na finalização.

Nos primeiros dez minutos até se assistiu a um jogo de parada e resposta, com o Sporting a tomar a iniciativa, mas com os 'dragões' sempre no encalço, com um andebol musculado que causava dificuldades.

No entanto, com o avançar do cronómetro, a formação lisboeta começou a abrir distâncias, mostrando-se mais desenvolta nas rápidas transições para o ataque e revelando, sobretudo, uma tremenda eficácia.

Pedro Portela e Frankis Carol, com 8 e 9 golos respetivamente no jogo, estiveram em destaque na altura da finalização, carregando a equipa para uma vantagem que ia ganhando forma.

O FC Porto tentava responder aos desaires defensivos, variado o jogo, e explorando a velocidade nos contra-ataques, mas ora pelas defesas do guardião adversário, ora pela falta de pontaria, não conseguia travar uma vantagem que ao intervalo era de 15-11.

Seria espectável que no tempo de descanso os 'dragões' corrigissem algumas pechas, sobretudo defensivas, mas acabou por ser o Sporting, após, o reatamento a entrar ainda mais forte.

Os 'leões' foram cavando um fosso significativo no marcador, explorando as brechas de um adversário que, ao tentar travar o ascendente contrário, expunha-se em demasia e já não se conseguia compensar-se sempre que Sporting acelerava, até aos 21-30 finais.

Com este triunfo, a formação de Alvalade vai, este domingo, disputar a final com o Benfica, que na outra meia-final da tarde tinha eliminado o FC Gaia, vencendo por 33-29.

A partida entre os dois emblemas lisboetas está agendada para as 18:00.

Jogo realizado no Pavilhão Multiusos Municipal António Saraiva, no Peso da Régua.

FC Porto - Sporting: 21-30.

Ao intervalo: 11-15.

Sob arbitragem da dupla Duarte Gonçalves e Ricardo Fonseca, as equipas alinharam:

- FC Porto: Hugo Laurentino (GR), Leandro Semedo (2), Rui Silva (2), Daymaro Salina, José Carrillo (3), André Gomes (2) e Miguel Alves (3).

Jogaram ainda: Nikola Spelic, Miguel Martins (1), Angel Hernandez (3), Diogo Branquinho (2), António Areia, Alfredo Quintana (gr), Victor Iturriza (2), Aleksander Spende (1), Sérgio Morgado (gr).

Treinador: Carlos Martigo.

- Sporting: Aljosa Cudic (gr), Pedro Portela (8), Frankiz Carol (9), Pedro Solha (3), Tiago Rocha, Carlos Carneiro (2) e Edmilson Araújo (1).

Jogaram ainda: Pedro Valdes (2), Michal Kopco, Cláudio Pedroso, Ivan Nikcevic (4), Matevz Skok (gr), Francisco Tavares, Janko Bozovic (1), Manuel Gaspar (gr).

Treinador: Hugo Canela.

Marcha do marcador: 2-3 (05 minutos), 5-5 (10), 6-8 (15), 7-11 (20), 9-12 (25), 11-15 (30), 11-17 (35), 14-19 (40), 17-22 (45), 18-22 (50), 20-28 (55), 21-30 (60).

Assistência: cerca de 1000 espetadores.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".