Benfica eliminado pelo Lukoil Academic da Liga dos Campeões

O Benfica foi hoje afastado, em Sófia, da Liga dos Campeões de basquetebol, ao perder por 87-71 perante o Lukoil Academic em jogo da segunda mão da segunda pré-eliminatória da competição.

Os campeões portugueses, que cederam na Luz por nove pontos (91-82) e que necessitavam de anular essa diferença, acabaram por ser suplantados pelos campeões da Bulgária por números indiscutíveis (87-71) e que reiteraram a ideia de que são bem superiores aos 'encarnados'.

O Lukoil Academic impôs uma clara supremacia desde o início da partida, com a clara intenção de não deixar as 'águias' sonharem com uma possível vitória e qualificação para a terceira pré-eliminatória.

Com o base ítalo-americano Anthony Raffa a controlar todo o jogo ofensivo da equipa, o Lukoil 'abriu' com um parcial de 27-12 nos primeiros dez minutos e nunca mais cedeu o controlo do embate.

Na segunda parte os basquetebolistas da equipa búlgara baixaram o ritmo de jogo, permitindo à formação da Luz uma ligeira recuperação, tendo vencido por 44-42 na etapa complementar.

O Lukoil Academic dominou a luta das tabelas (43/30 em ressaltos conquistados) e foi mais eficaz a atacar o cesto, com o base Raffa a ser o elemento mais valioso do jogo ao acumular 17 pontos, seis assistências, três ressaltos e dois roubos de bola.

No Benfica, o destaque individual vai novamente para o extremo-poste norte-americano Antywane Robinson, com 14 pontos e dois ressaltos.

Face a este resultado, o Benfica falhou a qualificação para a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões e transitou para a Taça da Europa da FIBA, competição que arranca em meados de outubro e em que também está presente o FC Porto.

Jogo realizado na Universíada Hall, em Sófia, Bulgária.

Lukoil Academic-Benfica: 87-71.

Ao intervalo: 45-27.

Sob arbitragem de Sergiy Zashchuk (Ucrânia), Boris Krejic (Eslovénia) e Radomir Vojinovic (Macedónia), as equipas alinharam e marcaram:

- Lukoil Academic: Anthony Raffa (17), Hristo Nikolov (14), Dalton Pepper (14), Pavlin Ivanov (10) e Keith Clanton (2). Jogaram ainda: Asen Velikov (8), Byron Wesley (4), Justin Knox (12), Bozhidar Avramov, Dimitar Dimitrov (6) e Nikolay Stoyanov.

Treinador: Sharon Drucker.

- Benfica: Jesse Sanders (9), José Silva (7), João Soares (6), Antywane Robinson (14) e Raven Barber (9). Jogaram ainda: Nuno Oliveira (4), Tomás Barroso (6), Carlos Andrade, Cláudio Fonseca (5), Carlos Morais (9) e Aljaz Slutej (2).

Treinador: José Ricardo Rodrigues.

Marcha do marcador: 27-12 (10 minutos), 45-27 (20), 67-49 (30) e 87-71 (final do jogo).

Assistência: cerca de 1.900 espetadores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.