CNID condena declarações de Bruno de Carvalho

"Fazer dos jornalistas o bode expiatório é uma velha estratégia já muito gasta e ultrapassada", considera a Associação dos Jornalistas de Desporto

Em comunicado, o CNID, presidido pelo jornalista Manuel Queiroz, condena a postura do presidente do Sporting em relação aos órgãos de comunicação social no final da assembleia geral de sábado:

"O CNID - Associação dos Jornalistas de Desporto, condena da forma mais veemente as declarações do presidente do Sporting Clube de Portugal na Assembleia Geral do clube de sábado, no que toca à forma como criou um desnecessário problema aos profissionais da Comunicação Social que estavam a trabalhar naquela reunião.

O presidente do Sporting Clube de Portugal tem direito a não gostar de jornais e televisões, por absurdo até tem direito a pedir aos seus consócios que não comprem jornais nem vejam televisão, mas exige-se ao presidente de um clube com a dimensão do Sporting Clube de Portugal a serenidade necessária em momentos de grandes concentrações de pessoas. Foi uma forma gratuita de provocar acontecimentos que só podemos considerar graves até porque absolutamente evitáveis.

Seria francamente positivo que todos os dirigentes desportivos dessem provas de aceitarem uma relação normal com os jornalistas e com os Órgãos de Comunicação Social e que manifestassem as suas eventuais discordâncias com respeito e segundo as regras da democracia. Fazer dos jornalistas o bode expiatório é uma velha estratégia já muito gasta e ultrapassada. Os jornalistas são profissionais que se regem por códigos e leis da República e que podem e devem ser chamados à responsabilidade se for caso disso. Não podem é ser postos em causa sem motivo e de forma que põe em perigo a sua segurança e que atenta contra os valores de uma sociedade democrática.

O CNID - Associação dos Jornalistas de Desporto, estará sempre na primeira linha de defesa destes profissionais e tomará todas as medidas necessárias para ajudar a que se crie um clima de entendimento."

Ler mais

Exclusivos