Britânico Chris Froome com doping positivo na Volta a Espanha

O vencedor da Volta a Espanha deste ano, o britânico Chris Froome, apresentou um resultado positivo de doping nessa competição, informou esta quarta-feira a União Ciclista Internacional (UCI).

O ciclista que venceu quatro vezes a Volta à França, incluindo a de 2017, testou positivo, numa análise, à substância salbutamol, um broncodilatador.

"A análise da amostra B confirmou o resultado da amostra A do corredor" da equipa Sky, precisou a UCI em comunicado.

Ao vencer a 72.ª Volta a Espanha, Chris Froome tornou-se o 10.º ciclista a conseguir vencer duas 'grandes voltas' no mesmo ano, conseguindo a 'dobradinha' Tour-Vuelta, que não acontecia desde 1978.

Froome, que com a prova espanhola chegou aos cinco triunfos nas 'três grandes', o sétimo melhor registo histórico, cumpriu a 'dobradinha' mais rara, uma vez que, além de Hinault, apenas o também francês Jacques Anquetil, em 1963, logrou vencer as duas provas no mesmo ano.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).