Chris Froome, investigado por doping, vai disputar Rota do Sol em Espanha

O ciclista britânico, que está a ser investigado por um controlo antidoping positivo durante a Volta a Espanha de 2017, vai disputar a prova Rota do Sol, na Andaluzia, anunciou esta segunda-feira a equipa Sky.

Froome, vencedor do Tour em 2013, 2015, 2016 e 2017, vai voltar a correr numa prova em que participou -- e venceu - pela última vez em 2015, cuja edição deste ano se vai realizar entre 14 e 18 de fevereiro, precisamente, as mesmas datas da Volta ao Algarve.

"Já passaram alguns anos desde que participei pela última vez na Rota do Sol. É uma prova que aprecio e estou ansioso por voltar a disputá-la", disse Froome, em declarações publicadas no sítio oficial da Sky na Internet.

A equipa britânica não acolheu a pretensão do presidente da União Internacional de Ciclismo (UCI), David Lappartient, que há duas semanas manifestou a vontade de ver a Sky suspender Froome até que seja tomada uma decisão sobre o seu controlo positivo de doping.

A defesa de Chris Froome, quádruplo vencedor da Volta a França, vai alegar que o ciclista britânico sofreu uma disfunção renal, o que explica o excesso de salbutamol detetado na sua urina durante o controlo na Volta a Espanha de 2017, que acabou por vencer.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João César das Neves

Donos de Portugal

A recente polémica dos salários dos professores revela muito do nosso carácter político e cultural. A OCDE, no habitual "Education at a Glance", apresenta comparações de indicadores escolares, incluindo a remuneração dos docentes. O estudo é reservado, mas a sua base de dados é pública e inclui dados espantosos, que o professor Daniel Bessa resumiu no Expresso de dia 15: "Com um salário que é cerca de 40% do finlandês, 45% do francês, 50% do italiano e 60% do espanhol, o português médio paga de impostos tanto como os cidadãos destes países (a taxas de tributação que, portanto, se aproximam do dobro) para que os salários dos seus professores sejam iguais aos praticados nestes países."