Casillas jogou para o recorde europeu: 166 internacionalizações

Guardião do FC Porto fez duas grandes defesas frente à Roménia. Espanha empatou (0-0).

Iker Casillas tornou-se este domingo o jogador europeu com mais internacionalizações (166) e 'festejou' com uma exibição de grande nível frente à Roménia. O guarda-redes do FC Porto fez duas defesas de grande nível, aos 28 e 33 minutos, segurando o nulo que prevaleceu até ao final do encontro (0-0).

O número da baliza espanhola está a um jogo pela Espanha de entrar para o 'top-5' mundial e a 18 de Ahmed Hassan, qie é o jogador mais internacional da história do futebol mundial, com 184 partidas jogadas pelo Egito.

A equipa de Anghel Iordanescu, imbatível na fase de qualificação, continua a mostrar argumentos para uma boa participação em França, e empatou com a campeã da Europa em título.

Sergi Roberto estreou-se como internacional A, pela Espanha, que reclamou de uma grande penalidade de Sapunaru, ex-FC Porto, sobre Fabregas aos 87 minutos, mas o árbitro mandou seguir.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.