Campeã olímpica Simone Biles acusa ex-médico da seleção dos EUA de abuso sexual

Desportista abordou o assunto no Twitter. Larry Nassar foi condenado recentemente a 60 anos de prisão

A norte-americana Simone Biles, quádrupla campeã olímpica de ginástica, revelou esta segunda-feira na sua conta na rede social Twitter que foi abusada sexualmente pelo antigo médico da seleção dos EUA, Larry Nassar.

Este foi condenado recentemente a 60 anos de prisão por crimes federais ligados a pornografia infantil.

"A maior parte de vocês conhecem-me como uma jovem mulher feliz, sorridente e cheia de vitalidade", escreveu Simone Biles, que tem 20 anos, no Twitter.

"Mas recentemente senti-me esmagada e quanto mais procurava calar a voz na minha cabeça, mais a ouvia. Já perdi o medo de contar a minha história", avançou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".