Benfica vai ter de pagar mais de 16 mil euros em multas

Cartolinas arremessadas para o relvado 'custaram' 1148 euros. Sporting também multado

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol aplicou várias multas a Benfica e Sporting por incidências ocorridas no último dérbi da Luz, com os encarnados a terem de pagar mais de 16 mil euros no total, sobretudo por comportamento incorreto do público, enquanto os leões terão de desembolsar 3290 euros, também pelo comportamento dos adeptos.

A multa mais pesada corresponde ao "arremesso perigoso de objetos para o interior do terreno", no caso "tochas incandescentes". Por isso, o Benfica terá de pagar 7650 euros. Pela "reincidência no rebentamento de petardos e deflagramento de tochas", as águias foram multadas em 4820 euros. Pela "entrada de materiais pirotécnicos", mais 2296 euros. E o "arremesso de cartolinas para o interior do terreno de jogo", situação que motivou queixas do presidente do Sporting Bruno de Carvalho no final do jogo, vai custar 1148 euros.

Além disso, o administrador do Benfica Rui Costa foi multado em 918 euros por voltar a aceder a "zona técnica sem estar devidamente identificado e credenciado".

Já o Sporting terá de pagar 3290 euros por "reincidência do comportamento incorreto do público", com "rebentamento de petardos e deflagramento de tochas"

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".