Benfica fecha fundo próprio em setembro

Vieira já comunicou decisão à entidade gestora. Ainda há 10 jogadores em carteira, que podem ser vendidos pela melhor oferta. Sporting deve seguir o mesmo caminho. Dois fundos são deficitários.

quem quer comprar 20% do "passe" de Cardozo? E 50% de Rúben Amorim ou 30 de Maxi Pereira? Quem dá mais? Não, ainda não estão a leilão, mas os direitos económicos - os chamados "passes" na linguagem simplificada das transferências - de 10 jogadores do Benfica podem ser vendidos pela melhor oferta a partir de 30 de setembro. É que o clube da Luz pretende fechar o seu fundo próprio - Benfica Stars Fund - constituído em setembro de 2009 por um prazo de cinco anos.

Em 2016 também termina o prazo de existência do Sporting Portugal Fund e os "leões" podem seguir o exemplo dos encarnados. Questionada pelo DN sobre se o Sporting pretendia a dissolução do fundo a curto/médio prazo, a resposta da administração da SAD leonina foi lacónica: "Não podemos responder por questões de deveres de informação, dado que a Sporting SAD é uma sociedade cotada."

Mas tal não significa que os dois clubes de Lisboa estejam em condições de prescindir destes instrumentos financeiros que lhes permite ter jogadores de qualidade e caros. Outros fundos - que não são controlados por qualquer entidade, que estão sedeados, na sua maioria, em paraísos fiscais e são opacos quanto à identidade dos investidores - estão prontos a intensificar a "colaboração" com os clubes portugueses.

Leia mais no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos