Benfica é o 26.º clube europeu com maior valor comercial

Encarnados são o único clube português na lista de 32 da Europa

O Benfica é o 26.º clube europeu de futebol com maior valor comercial, segundo um estudo divulgado hoje pela auditora KPMG, que indica também que Cristiano Ronaldo é o mais seguido nas redes sociais.

O clube lisboeta, o único português na lista dos 32 mais valorizados da Europa, tem um valor comercial de 328 milhões de euros (ME), ainda assim muito distante dos líderes, os ingleses do Manchester United (MU), que, pelo segundo ano consecutivo, continuam na frente.

Face ao ano passado, o Benfica tem um ligeiro recuo, de três lugares, e de cerca de 12 milhões de euros.

Depois de no estudo anterior ter ultrapassado a barreira dos três mil milhões de euros, o MU sobe para os 3.255 milhões de euros e fica à frente, em 2017, dos dois 'gigantes' espanhóis, Real Madrid (2.920 ME) e FC Barcelona (2.783 ME).

A lista dos 32 'mais valiosos' é amplamente dominada pelos clubes dos cinco grandes campeonatos, com apenas cinco exceções - além do Benfica, os turcos do Besiktas (23.º), Galatasaray (25.º) e Fenerbahce (27.º) e os holandeses do Ajax (29.º). Face ao ano anterior, regista-se a saída do PSV, também da Holanda.

Ronaldo "goleia" concorrência

Por outro lado, o capitão da seleção portuguesa e grande figura do Real Madrid é de forma destacadíssima o que mais seguidores tem nas redes sociais, chegando aos 318 milhões de seguidores, no conjunto de Facebook, Instagram e Twitter.

A longa distância aparecem o brasileiro do Paris Saint-Germain Neymar, com 191 milhões, e o argentino do FC Barcelona Lionel Messi, com 179 milhões.

Apenas um jogador que evolui na I Liga portuguesa consegue chegar ao top-20 - é ele o espanhol Iker Casillas, guarda-redes do FC Porto, seguido por 25,2 milhões.

O relatório tem por base uma análise das últimas demonstrações financeiras disponíveis dos clubes, levando em conta cinco métricas específicas do futebol: lucro, potencial desportivo, popularidade, direitos de transmissão e propriedade do estádio.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.