Árbitro do Sporting-Benfica agredido com um "pau e uma arma"

Sérgio Magalhães, um dos árbitros que apitou o jogo de futsal entre Sporting e Benfica, foi agredido perto do seu local de trabalho

O árbitro de futsal Sérgio Magalhães foi agredido ao chegar ao seu local de trabalho, na manhã desta segunda-feira, "por um indivíduo com um pau e uma arma", refere o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol. O terceiro árbitro do jogo 3, entre Sporting e o Benfica, da final do campeonato de futsal recebeu tratamento hospitalar após a agressão.

O Conselho de Arbitragem está a prestar todo o apoio ao árbitro Sérgio Magalhães num momento grave e inaceitável

Em comunicado, publicado no site oficial, o Conselho de Arbitragem da FPF reitera que "repudia este ato de violência e sublinha que o incitamento ao ódio, que continua a ser praticado repetidamente em Portugal, não pode ser dissociado deste tipo de incidentes". O Conselho esclarece também que esta agressão já foi reportada às autoridades policiais.

Sérgio Magalhães integrou a equipa de arbitragem do jogo ganho pelo Benfica, por 6-9, no passado domingo, que decorreu no Pavilhão João Rocha

"O Conselho de Arbitragem está a prestar todo o apoio ao árbitro Sérgio Magalhães num momento grave e inaceitável, que nenhum agente desportivo merece viver", lê-se no comunicado.

Sérgio Magalhães integrou a equipa de arbitragem do jogo ganho pelo Benfica, por 6-9, no passado domingo, que decorreu no Pavilhão João Rocha. A par de Sérgio Magalhães, Tiago Silva, Wilson Soares e Bruno Araújo apitaram encontro que contou com cinco expulsões.

No terceiro jogo da final do campeonato nacional, os jogadores leoninos Fortino, Djo, Deo e o treinador do Sporting, Nuno Dias foram expulsos, assim como Bruno Pinto, da equipa encarnada.

Exclusivos