António Salvador diz que se fez "história" no futebol português

Presidente do Sporting de Braga elogia propostas aprovadas na assembleia geral da Liga e critica Sporting e FC Porto

"Hoje fez-se história no futebol português", disse António Salvador, no final da assembleia geral extraordinária da Liga de Clubes que aprovou as propostas apresentadas pelo denominado G15 (grupo de clubes da I Liga sem Benfica, Sporting e FC Porto).

"Pela primeira vez a maioria dos clubes deixaram de lado aquilo que os separa e olharam para o que os pode unir", referiu o presidente do Sp. Braga e um dos principais impulsionadores daquele movimento de clubes, considerando que o futebol português fica "melhor e mais justo".

Salvador garantiu que o G15 "não quer excluir ninguém", mas aproveitou para criticar a postura de Sporting e FC Porto, que abandonaram a reunião magna por não terem visto aceites as suas propostas: "Ficou demonstrado que para determinados clubes ou se aprova o que eles querem ou não querem nada."

O líder do Sp. Braga denunciou ainda a "pressão e quase coação, ao longo da semana, para que estas propostas não fossem em frente, com telefonemas para que clubes não estivessem presentes ou votassem contra estas propostas".

António Salvador elogiou ainda o Benfica, que "teve uma postura corretíssima", esperando que "Sporting e FC Porto venham a adotar a mesma postura".

Por fim, garantiu que este grupo G15 "não se vai desunir, vai ficar mais forte". " Acredito que a II Liga também se vai juntar e esses clubes [grandes] também vão acabar por fazê-lo".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.