Vítor Oliveira quer somar pontos e contrariar favoritismo do Sporting

O treinador Vítor Oliveira disse esta sexta-feira que o Portimonense quer contrariar o favoritismo do Sporting e interferir na decisão do campeonato, retirando pontos na receção aos leões no sábado, no jogo da I Liga.

David Pereira
© PEDRO SARMENTO COSTA/LUSA

"Em nossa casa vamos jogar tranquilos e tentar dificultar o favoritismo que é atribuído, com legitimidade, ao Sporting, que está a fazer uma parte final do campeonato muito boa", afirmou o técnico dos algarvios.

Vítor Oliveira falava aos jornalistas na conferência de imprensa de antevisão do encontro que opõe no sábado, às 20.30, o Portimonense ao Sporting, em jogo da 32.ª jornada, a antepenúltimo do campeonato.

O técnico reconheceu que a equipa leonina "está muito forte, tendo-o demonstrado nas duas vitórias alcançadas diante do Atlético de Madrid (1-0) e do FC Porto para a Taça (1-0, 5-4 na marcação de grandes penalidades), embora considere "que o Portimonense em casa pode fazer uma boa exibição e, eventualmente retirar pontos ao Sporting".

"O ambiente no grupo é bom, com muito otimismo e de querer provocar uma surpresa e de poder ter influência na decisão do campeonato", sublinhou.

Na opinião de Vítor Oliveira, a moldura humana à volta destes jogos contra equipas do mesmo campeonato, "mas cuja diferença de qualidade é tão grande, provoca sempre uma motivação extra de poder provocar uma surpresa e são fatores motivadores para jogadores e treinadores".

"São aqueles jogos que o treinador não precisa de motivar muito os jogadores que eles por si só ficam motivados, não só pela presença de uma equipa grande, como pela moldura humana, o que faz com que os jogadores se sintam visualizados por muita gente e que queiram fazer sempre uma gracinha", destacou.

O treinador assegurou que o embate com os leões vai ser muito importante para as duas equipas, "porque o Portimonense quer vencer um dos grandes do campeonato, e para o Sporting está em causa o título de campeão e, fundamentalmente a segunda posição" que dá acesso à Liga dos Campeões.

Para Vítor Oliveira, o jogo com o Sporting "será uma espécie de tira-teimas, depois de uma prestação muito má com o FC Porto e de uma muito boa com o Benfica, apesar da derrota, pretendendo o Portimonense voltar ao muito bom, mas com um resultado com pontos".

"É muito bonito jogar bem, mas o fundamental é somar pontos e é isso que pretendemos", justificou.

O técnico acrescentou que, embora o Portimonense venha de duas derrotas consecutivas, o jogo com o Sporting "será diferente, até porque, sempre que foi preciso o Portimonense conseguiu ultrapassar momentos menos bons".

"Já demonstrámos que somos capazes de ultrapassar fases menos boas e penso que o vamos conseguir neste jogo", destacou.

Vítor Oliveira admitiu que "a fase final do campeonato tem causado alguma perturbação na qualidade do jogo da equipa, devido ao assédio de alguns jogadores, o que faz com que se deixe de pensar que o futebol é um jogo coletivo, para pensar individualmente".

"Em dezembro, a abertura do mercado de transferências fragilizou a equipa e foi difícil pôr os jogadores a jogarem com cabeça e os pés bem assentes no chão, e nesta fase, começam a ser muitos os jogadores assediados e há sempre a perspetiva de as boas exibições individuais abrirem uma janela para qualquer lado e, às vezes, deixamos de pensar que o futebol é um jogo coletivo, para pensar individualmente", concluiu.

Portimonense, 11.º classificado com 35 pontos, e Sporting, terceiro, com 74, defrontam-se no sábado, às 20.30, no Estádio Municipal de Portimão.