Espanha e Alemanha vão discutir o título europeu

Espanhóis tentam primeira conquista, alemães procuram repetir êxito de 2004

Lusa
© EPA/JACEK BEDNARCZYK

A Espanha qualificou-se esta sexta-feira pela quarta vez para a final do Europeu de andebol, procurando conquistar pela primeira vez o título frente à Alemanha na final da edição de 2016, que se está a disputar na Polónia.

Os espanhóis bateram na meia-final, que se realizou em Cracóvia, a Croácia, por 33-29, regressando ao encontro decisivo depois das finais perdidas em 1996, 1998 e 2006.

Com seis golos, António Jesus Garcia cotou-se como o melhor marcador da partida, a par com o croata Ivan Sliskovic, tendo sido eleito o jogador mais valioso da meia-final.

A Croácia, que chegou pela sétima vez consecutiva às meias-finais, voltou a ser eliminada nas meias-finais, como já tinha acontecido em 2012 e 2014.

Na final, a Espanha vai encontrar a Alemanha, que tinha derrotado a Noruega, por 34-33, graças a um golo nos últimos segundos do prolongamento.

Kai Häfner tornou-se no herói da seleção alemã, ao marcar o golo do triunfo, nos instantes finais, colocando os germânicos novamente numa final de um Europeu, 12 anos depois do título conquistado em 2004, na Eslovénia.

A França, que é ainda a detentora do troféu, terminou a sua participação no quinto lugar, depois de bater Dinamarca, por 29-26, na reedição da final de 2014.

Depois da pesada derrota sofrida na última jornada da segunda fase, frente à Croácia (37-23), a anfitriã Polónia limpou um pouco a face e conquistou o quinto lugar, ao bater a Suécia, por 26-24.