Alberto Contador deixa as bicicletas após Volta a Espanha

O ciclista espanhol Alberto Contador (Trek-Segafredo) anunciou hoje que vai deixar as bicicletas depois da Volta a Espanha.

O anuncio foi feito por Contador, de 34 anos, num vídeo publicado nas suas contas oficiais nas redes sociais.

"Digo-o feliz e não com pena. É uma decisão muito bem ponderada e não creio que haja melhor despedida na corrida de casa, no meu país", disse Contador no vídeo, em que explica que vai participar na próxima Volta a Espanha (de 19 de agosto a 10 de setembro) e que se despede depois de ter pensado muito bem nesta decisão. "Digo-o contente, sem pena."

Vencedor da Vuelta em 2008, 2012 e 2014, Contador acrescentou que serão "três semanas de sonho", em que espera "desfrutar do carinho dos adeptos".

Para além da prova espanhola, Contador tem também no currículo duas vitórias na Volta a França, em 2007 e 2009, e outras duas na Volta a Itália, em 2008 e 2015.

Há já algum tempo que Contador vinha a pensar deixar a competição. A "reforma" chegou a estar anunciada para 2016:

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.