Boicotar o Canelas 2010 outra vez?

Equipas admitem não aceitar enfrentar Canelas, tal como fizeram no ano passado

O Campeonato de Portugal volta a estar envolto em polémica com duas equipas da Associação de Futebol do Porto a ponderarem não comparecer aos jogos contra o Canelas 2010. Rio Tinto e Maia Lidador podem repetir o protesto iniciado na primeira fase, segundo O Jogo.

Jorge Pina, presidente do Rio Tinto, disse a este jornal que ainda tinha que "falar com a AF Porto" e António Saraiva, do Maia Lidador, contou que vai divulgar a posição do clube "quando for oportuno".

O Canelas tem 17 vitórias, algumas na secretaria, e um lugar garantido na fase de subida da Divisão de Elite da AF Porto, assim como o Rio Tinto e o Maia Lidador, também na Série 1. Na série 2 estão Aves B, Tirsense ou Lixa e Rebordosa.

O Rebordosa não dá uma resposta definitiva e fala sobre a "verdade desportiva". "Somos solidários com os outros clubes, mas vamos ter de nos reunir para depois tomar uma decisão. Se duas equipas faltassem, o Canelas ficaria com 12 pontos o que desvirtuaria a verdade desportiva", alertou o presidente Joaquim Barbosa.

Luiz Andrade, presidente da SAD do Aves B garantiu que o clube aceita jogar contra o Canelas, assim como Albino Lopes, do Lixa. "Não conheço a verdade toda, temos feito treinos com o Canelas e não tenho visto nada de anormal. Não me repugna jogar contra o Canelas, há bons árbitros para apitar esses jogos", disse Albino Lopes, segundo O Jogo.

O presidente do Canelas 2010, Bruno Canastro, reafirma que o clube está disposto a "jogar contra quem quer que seja".

No ano passado, doze das treze equipas da Série A da Associação de Futebol do Porto decidiram não comparecer aos jogos com o Canelas 2010. A decisão foi tomada numa reunião secreta de dirigentes e apenas o Candal aceitou enfrentar o clube.

Os adversários queixavam-se das constantes agressões em campo, da violência nas bancadas e das ameaças aos treinadores.

Ler mais

Exclusivos