Adam Johnson condenado a seis anos de prisão por crime sexual

O ex-jogador do Sunderland (clube despediu-o após ele admitir culpa) foi condenado por abuso de menor.

Adam Johnson (ex-Sunderland) foi, esta quinta-feira, condenado a seis anos de prisão, por aliciamento e ato sexual com uma menor, segundo a Imprensa inglesa. O jogador está proibido de se aproximar da vítima de 15 anos e terá ainda de pagar cerca de 63 mil euros.

O juiz considerou que os crimes de Johnson são uma ofensa de "primeira categoria", referindo ainda e que ele não mostrou qualquer arrependimento. O internacional inglês deverá interpor recurso nos próximos dias, mas é certo que ficará registado como criminoso sexual.

Como consequência deste escândalo, e antes da decisão, o atleta tinha sido despedido pelo Sunderland. Além disso, segundo o advogado do jogador, a Federação inglesa retirou-lhe a insígnias referentes às doze internacionalizações.

O caso remonta a março de 2015, altura em que o jogador foi detido. Em tribunal admitiu ter beijado uma menor de 16 anos depois de tê-la aliciado pela internet.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.