A surpresa que esperava a seleção em Kratovo

A equipa das quinas chegou esta tarde ao centro de estágios na Rússia e teve uma agradável receção

A comitiva portuguesa vai ficar instalada em Kratovo, nesta fase final do Campeonato do Mundo de Futebol na Rússia, a cerca de 50 quilómetros de Moscovo, onde funciona normalmente o centro de treinos do FC Saturn.

Chegados à Rússia pelas 16:00 de Portugal Continental, os jogadores seguiram para o quartel-general, que fica a 11 quilómetros do Aeroporto Internacional Zhukovsky. E tiveram uma agradável surpresa à chegada aos quartos.

À espera dos jogadores nacionais estava um quadro personalizado de cada um nas paredes. A imagem mostrava, de um lado, os craques em pequenos e, do outro, estes na atualidade, ao serviço da seleção.

Veja as imagens que alguns dos futebolistas partilharam nas suas páginas nas redes sociais e assista à cerimónia de boas-vindas a que a comitiva nacional teve direito.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Viriato Soromenho Marques

Quem ameaça a União Europeia?

Em 2017, os gastos com a defesa nos países da União Europeia tiveram um aumento superior a 3% relativamente ao ano anterior. Mesmo em 2016, os gastos militares da UE totalizaram 200 mil milhões de euros (1,3% do PIB, ou o dobro do investimento em proteção ambiental). Em termos comparativos, e deixando de lado os EUA - que são de um outro planeta em matéria de defesa (o gasto dos EUA é superior à soma da despesa dos sete países que se lhe seguem) -, a despesa da UE em 2016 foi superior à da China (189 mil milhões de euros) e mais de três vezes a despesa da Rússia (60 mil milhões, valor, aliás, que em 2017 caiu 20%). O que significa então todo este alarido com a necessidade de aumentar o esforço na defesa europeia?