A Figura: Bernardo Silva (7)

A segunda parte do médio do Manchester City impulsionou a equipa para a frente

Bernardo Silva foi o impulsionador da equipa na segunda parte, altura em que passou a jogar atrás dos avançados e conseguiu ter mais bola, explorando a sua visão de jogo e técnica apurada.

Foi ele que assumiu o jogo, ditou os ritmos e procurou as linhas de passe. Aos 55 minutos arrancou uma jogada de génio, da qual resultou o canto que deu origem ao golo de Pepe. Aos 70' teve nos pés o empate, mas a bola foi para o pé direito e o remate saiu por cima da barra.

O segundo tempo, fez esquecer uma primeira parte em que o médio do Manchester City esteve muito amarrado ao lado direito, onde sentiu mais dificuldades nos lances de um para um e não esteve tão dentro do jogo.

Ler mais

Exclusivos