30 anos da famosa "Mão de Deus"

Diego Maradona apurou a Argentina para as meias-finais do Mundial de 1986 com golo polémico e de génio

Celebram-se esta quarta-feira 30 anos que o Mundo assistiu a Diego Maradona marcar o golo histórico com a "Mão de Deus". Num jogo a contar para os quartos-de-final do Mundial de 1986, no México, a Argentina defrontava a Inglaterra. O confronto entre as duas seleções encontrava-se ainda sem golos, quando o jogador argentino, aos 6 minutos da segunda parte, aproveitou um mau atraso da equipa inglesa, ganhou nas alturas a Peter Shilton e, "um pouco com a cabeça e um pouco com a mão de Deus", Maradona fazia assim o primeiro do encontro.

O golo polémico gerou indignação na seleção inglesa de Bobby Robson, mas esta pouco durou. Quatro minutos depois, Maradona arrancou do meio-campo, passou por seis adversários ingleses e fez o segundo do encontro. Nasceu assim o "Golo do Século". Num só jogo, Diego Maradona conseguiu dois golos históricos essenciais para o apuramento da seleção argentina para as meias-finais da prova.

A nove minutos do fim, a Inglaterra ainda reduziu. A equipa de Bobby Robson fez o 2-1, através de Gary Lineker. A argentina seguia assim em frente, acabando por se tornar campeã do Mundo, vencendo a Alemanha Ocidental por 3-2. Maradona acabou por admitir, em 2005, que o golo foi realmente marcado com a mão.

Ler mais

Exclusivos