Guterres destaca movimento olímpico como exemplo

"Ter todos aqui em paz é possível, a unidade é possível e a solidariedade é possível", afirmou o secretário-geral das Nações Unidas.

O secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, destacou este sábado o compromisso da organização internacional com o movimento olímpico, apontando como exemplo de que a paz e a solidariedade são possíveis.

Guterres reuniu-se este sábado em Pequim, sede dos Jogos Olímpicos de Inverno, com o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, e explicou que o evento é importante para demonstrar que é possível ocorrer uma competição sem conflito.

"É possível competir de forma justa e confraternizar ao mesmo tempo. Quando vemos tantos conflitos ao redor do mundo, vemos também a grande importância de ter uns Jogos Olímpicos em que todos os países estejam representados, mesmo aqueles que infelizmente estão a passar por uma situação de guerra. Ter todos aqui em paz é possível, a unidade é possível e a solidariedade é possível", salientou António Guterres, que esteve presente na cerimónia de abertura na sexta-feira.

O secretário-geral das Nações Unidas considerou ainda a trégua olímpica como "o símbolo mais importante e mais antigo que existe da importância da paz".

Já o presidente do COI salientou que os dois organismos partilham os valores da "paz, compreensão e solidariedade".

Os Jogos Olímpicos de Inverno Pequim2022, que começaram na sexta-feira e vão decorrer até 20 de fevereiro, foram alvo de um boicote diplomático e político de vários países, entre os quais Portugal, provocado por violações dos direitos humanos na China, em particular sobre a minoria uigur, mas também o tratamento aos tibetanos e a repressão de liberdades em Hong Kong.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG