Guerra dos sexos nos 'prize money'

"Os encontros masculinos têm mais espectadores. Essa é uma das razões pelas quais nós devíamos ganhar mais", justificou Djokovic. Mas Serena tem outra opinião...

A polémica começou com o diretor do Torneio de Indian Wells, Raymond Moore, a dizer que as mulheres tenistas "deviam ajoelhar-se" e agradecer por Roger Federer e Rafael Nadal levarem o ténis às costas. Isto para justificar que elas não podiam exigir a igualdade de prize money para homens e mulheres.

Serena Williams lembrou na sua conferência de imprensa que a final do US Open feminina esgotou antes da masculina: "A final feminina esgotou primeiro no US Open. O Roger ou o Rafa jogaram-na. Penso que não..."

Mas Novak Djokovic alimentou a polémica ao dizer que espera que o ATP continue a trabalhar para que o valor dos prémios do circuito ATP seja condizente com o público nos jogos."Eu aplaudo o WTA, as suas jogadoras e a sua luta pelos prémios iguais para homens e mulheres. Mas nós, o ATP, devemos lutar por aquilo que merecemos e tentar alcançar mais, porque as estatísticas mostram que os encontros masculinos têm mais espectadores. Essa é uma das razões pelas quais nós devíamos ganhar mais. Mas não nos podemos queixar porque acho que somos bem recompensados", confessou na conferência de imprensa, após derrotar Milos Raonic em Indian Wells.

O sérvio enfureceu mesmo algumas tenista ao falar em hormonas: "Tudo o que elas conseguem fazer passando o que passam com os seus corpos é notável. Elas passam por muitas coisas pelas quais nós não passamos. Por causa das hormonas e tudo isso, não preciso de ser mais claro. Mas eu sou a favor de as mulheres terem poder. Tive uma mulher como treinadora e tenho muitas mulheres à minha volta na minha vida."

Exclusivos