Griezmann cortou o cabelo. E isso é notícia porquê?

Francês foi esta terça-feira apresentado no Atlético de Madrid, clube onde brilhou antes de forçar a saída para o Barcelona há dois anos. Adeptos fizeram lista de sete exigências para o perdoar...

Antoine Griezmann cortou o cabelo. E isso é notícia porquê? Porque essa era a primeira de sete (número que usava) exigências dos adeptos colchoneros para lhe perdoarem ter forçado a saída do At. Madrid para o Barcelona há dois anos. Agora está de regresso e a avaliar pelo novo look está determinado em pedir desculpas aos adeptos que sempre o idolatraram e que fizeram uma lista de sete exigências para o voltar a adorar.

A primeira era cortar o cabelo e a segunda... que está inerente à primeira é pedir desculpa. A terceira exigência é usar o número mais humilhante na camisola. Aí depende da definição de "humilhante" dos adeptos, mas já se sabe que o francês vai vestir o 8... porque o 7 que foi dele durante largos e bons anos já tem dono - é de João Félix.

A quarta reivindicação dos adeptos é para ele começar no banco no primeiro jogo após o regresso e a quinta é não celebrar golos de forma ridícula. Isto porque cada vez que marca um golo Griezmann começa a dançar e põe a mão na testa com os dedos em formato de L - um gesto que significa loser (falhado/derrotado).

A sexta é disponibilizar-se até para jogar a lateral se for preciso e se Simeone quiser e a sétima (talvez mais difícil de satisfazer) é dizer que a seleção espanhola é melhor do que a francesa que representa.

Brincadeira à parte, o extremo foi esta quarta-feira apresentado no Atlético, onde passou os melhores anos da carreira, depois de um período com a seleção francesa e dos compromissos da qualificação para o mundial 2022. Os colchoneros não deixaram passar em branco o novo visual. Visivelmente feliz, o jogador exibiu o cabelo curto num vídeo direcionado aos adeptos.

Deixar para trás o cabelo loiro e comprido que exibia com um carrapito era algo que ele não admitia de ânimo leve. Alias, quando se mudou para Barcelona um jornal escreveu que o clube lhe ia pedir para cortar o cabelo para ter uma imagem diferente do Griezmann do Atlético. Confrontado com isso, o francês com raízes em Paços de Ferreira, respondeu assim: "Eu vou manter o meu cabelo assim mesmo que o clube me peça para o cortar. A minha mulher e os meus filhos gostam assim, por isso vou mantê-lo."

E se a mudança de Barcelona para Madrid no último dia do mercado de transferências não agradou ao treinador catalão, Ronald Koeman, o corte de cabelo pode muito bem ter chateado a marca de champôs (Head & Shoulders) que lhe paga milhões de euros para o publicitar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG