UEFA recusa julgar queixas de FC Porto e Nuno Lobo

O organismo europeu do futebol não irá julgar os incidentes ocorridos no jogo Estoril-FC Porto, sugerindo que estes sejam julgados pelo orgão responsável do futebol português, a Federação Portuguesa de Futebol, FPF.

O presidente da FPF, Fernando Gomes, revelou a resposta da UEFA em relação às queixas que lhe foram apresentadas pelo FC Porto e Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol de Lisboa, AFL.

"A UEFA entende que não é competente para julgar qualquer uma das queixas e se alguma das entidades tiver alguma coisa a fazer, que o faça nas instâncias disciplinares próprias da FPF", notificou o organismo europeu de futebol.

Recorde-se que o líder da AFL queixou-se de ter sido agredido pelo administrador da SAD portista, Adelino Caldeira, e de ter sido insultado pelo presidente do FC Porto, Pinto da Costa. Enquanto o FC Porto acusou Nuno Lobo de, anteriormente, ter manifestado comportamento racista contra ao jogador Hulk, na época em que representou o clube.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG