Três ex-adjuntos de Villas-Boas ganharam títulos este ano

Pedro Emanuel conquistou a Taça de Portugal, Vítor Pereira foi campeão nacional e Di Matteo sagrou-se campeão europeu. Villas-Boas, sem clube, diz estar "a escolher o projeto certo."

É um padrão, no mínimo bizarro: ser ex-adjunto de André Villas-Boas foi sinónimo de títulos esta temporada. O mais jovem técnico de sempre a vencer uma prova da UEFA acabou, como se sabe, despedido do Chelsea em março, mas viu os seus "ex-braços direitos" vencerem diversas provas.

Primeiro foi Vítor Pereira, o seu sucessor no FC Porto, a sagrar-se campeão nacional, além de ter ganho a Supertaça. Depois, foi a vez do italiano Di Matteo, que substituiu o ex-"mestre" no Chelsea, a vencer a Liga dos Campeões. Para completar o leque, Pedro Emanuel conquistou a Taça de Portugal.

Villas-Boas esteve no Jamor para assistir à final entre Académica e Sporting, não escondendo que estava lá para torcer pelos "estudantes." "Este clube deu-me a mão no salto para treinador principal. Há uma grande empatia entre mim e o presidente, além de uma ligação especial à Académica", frisou o técnico, que disse estar "a escolher o projeto certo e essa decisão vai levar o tempo necessário", depois de já ter rejeitado um convite do Valência. AS Roma e Liverpool são as hipóteses em carteira.

Sobre o Chelsea, deu apenas os parabéns a Di Matteo e aos seus ex-jogadores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG