Rui Alves ameaça com ação judicial presidente da AG

O ex-presidente do Nacional Rui Alves, candidato à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), manifestou a intenção de processar judicialmente o presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Liga

No dia em que a Mesa da AG da LPFP deverá decidir a validade das listas candidatas às eleições para o organismo, marcadas para quarta-feira, o presidente deste órgão, Carlos Deus Pereira, recebeu um e-mail, a que a agência Lusa teve acesso, assinado pelo advogado Mário Santos Paiva, a dar conta da pretensão de Rui Alves.

"Fui contactado pelo Sr. Engenheiro Rui António Macedo Alves no sentido de intentar contra V. Exa. ação judicial. Assim, deverá o colega, nos termos e para os efeitos do artigo 91.º do Estatuto da Ordem dos Advogados, sob a epígrafe 'Patrocínio contra advogados e magistrados' considerar-se alertado e avisado da intenção do meu cliente", lê-se na referida missiva, sem especificar os motivos.

Em resposta, Carlos Deus Pereira assegurou à Lusa que "não cede a quaisquer tipos de pressão e de ameaças", prometendo "cumprir e fazer cumprir escrupulosamente a legalidade" neste processo.

Na sexta-feira, a LPFP anunciou que foram apresentados quatro dossiês de candidatura, dois em nome de Fernando Seara, um de Rui Alves e outro de Mário Figueiredo.

A "regularidade das listas e a elegibilidade dos candidatos" para as eleições de quarta-feira vai ser anunciada na segunda-feira, de acordo com o comunicado da LPFP.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG