Pontes respeita o Sporting mas festejará golos do Marítimo

O treinador do Marítimo, Leonel Pontes, reconheceu ser "especial" voltar a Alvalade, mas prometeu dificultar ao máximo a tarefa do Sporting no jogo de domingo, relativo à oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol.

"Iniciei o meu percurso como treinador, em 1995, como treinador dos infantis do Sporting, numa equipa onde estava o Quaresma", recordou Leonel Pontes, reconhecendo o potencial do Sporting, mas crente também nas capacidades da sua equipa.

Para Leonel Pontes, o Sporting "é sempre um adversário difícil, de grande qualidade técnica, um clube grande e histórico do futebol português", mas o Marítimo também tem as suas "armas" e "identidade": "vamos dificultar muito a vida ao Sporting", sublinhou na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de domingo.

Apesar de o Sporting o ter marcado positivamente, Pontes garante que fará a festa com os seus jogadores se conseguirem marcar ou ganhar o jogo: "Tenho muito respeito pelo Sporting, mas irei festejar com os jogadores do Marítimo se marcarmos ou ganharmos", salientou.

A viagem a Alvalade, "não será um passeio", conforme fez questão de mencionar o treinador dos insulares.

"O Sporting está a mobilizar os seus adeptos e isso é sinal de respeito pelo Marítimo, foi uma campanha muito inteligente, mas nós temos as nossas armas", alertou Leonel Pontes.

O técnico da equipa madeirense espera encontrar "muitos amigos", prometendo "cumprimentá-los a todos", mas quando o jogo começar ficará "focado somente no jogo e no Marítimo".

O Marítimo, quinto classificado com 12 pontos, a partir das 18:00 de domingo o Sporting, quarto colocado, com 13, em jogo relativo à oitava jornada da I Liga de futebol, que será arbitrado pelo portuense Manuel Oliveira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG