Pedro Martins: "Decisão consensual num fim de ciclo"

O treinador do Marítimo, Pedro Martins, afirmou esta quinta-feira que a sua saída do clube da I Liga no final da época "foi uma decisão consensual num ciclo que se encerra".

Em conferência de imprensa, o técnico dos insulares negou que neste momento exista outro clube, mas admitiu que o estrangeiro é uma hipótese para prosseguir a carreira.

"Não tenho nada com qualquer clube, depois o mercado é global e o estrangeiro é também é uma hipótese", afirmou Pedro Martins.

O técnico não esquece os seis anos que passou na Madeira e no Marítimo, deixando a porta aberta para um eventual regresso no futuro.

"Esta foi uma decisão consensual entre mim e o presidente do clube [Carlos Pereira]. É também um ciclo que se fecha, onde aprendi muito e, quanto ao meu trabalho, penso não ter defraudado as expectativas daqueles que confiaram em mim. Esta porta não se fecha, porque um dia, quem sabe, poderei voltar ao Marítimo", adiantou, comovido.

Instado a pronunciar-se sobre se gostaria de treinar um clube grande em Portugal, Pedro Martins foi taxativo: "É algo que não me preocupa porque o futebol é o momento", observou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG