Pedro Martins acusa Setúbal de "falta de solidariedade"

O treinador do Rio Ave, Pedro Martins, criticou este sábado o Vitória de Setúbal por não ter aceite a antecipação em um dia do jogo de domingo, da primeira jornada da I Liga de futebol.

Pedro Martins recordou que a sua equipa vai jogar na quinta-feira com os suecos do Elfsborg, na primeira mão do "play-off" de acesso à fase de grupos da Liga Europa, e que um bom resultado só iria beneficiar o país.

"O Vitória de Setúbal não aceitou antecipar o jogo em um dia e não percebo porquê. No futebol português não existe solidariedade. O Rio Ave, ao participar na Europa e tentar chegar mais longe, só está a beneficiar os clubes nacionais para, mais tarde, continuarmos a ter as mesmas vagas na competição. Era importante perceberem isso", disse o técnico dos nortenhos.

Polémicas à parte, Pedro Martins garantiu que o Rio Ave está preparado para o arranque do campeonato, considerando que é importante um bom resultado em casa já nesta ronda inaugural.

"Vai ser o nosso quarto jogo oficial e estamos preparados. A equipa tem correspondido bem, e decerto que queremos entrar da melhor forma para alterar um pouco aquilo que aconteceu no ano passado nos jogos em casa, na escassez de triunfos", analisou o técnico.

O treinador da formação da foz do Ave não deixou de reconhecer as qualidades do adversário: "O Setúbal tem bons jogadores, tornando-se, com a mescla de juventude e experiência, numa equipa com qualidade e que nos vai criar bastantes dificuldades".

Pedro Martins confirmou, ainda, que Marcelo e Filipe Augusto, dois jogadores que têm sido dados como de saída do clube, ainda vão jogar frente à formação do Bonfim.

O Rio Ave recebe este domingo o Vitória de Setúbal, numa partida agendada para as 16:00, e que terá arbitragem de Nuno Almeida, do Algarve.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG