Oriental empata com Ac. Viseu, com golo no último minuto

Num jogo com vários lances polémicos, a formação de Lisboa não foi além de um empate com a equipa de Viseu. No final do jogo os ânimos exaltaram-se e Renan, jogador do Académico, foi expulso.

Oriental e Académico de Viseu empataram e a um golo, em jogo da 14.ª jornada da II Liga de futebol, em Lisboa, com o golo do empate dos lisboetas a ser marcado no último minuto de compensação.

O primeiro golo do jogo foi marcado por João Carneiro, aos 77 minutos, para o Académico de Viseu, mas, no último minuto de compensação, o Oriental empatou a partida por intermédio de Daniel Almeida, na transformação de uma grande penalidade, que motivou muitos protestos por parte dos viseenses.

Com este empate, o Oriental mantém-se na zona de despromoção, na 23.ª e penúltima posição, com 12 pontos, enquanto o Académico de Viseu soma 15 pontos e é 17.º.

No Campo Eng.º Carlos Salema, Oriental e Académico de Viseu protagonizaram uma primeira parte mal jogada, com muitas disputas de bola a meio campo, pertencendo à equipa visitante a única ocasião para inaugurar o marcador.

No último lance da primeira parte Luisinho na cobrança de um livre direto, obrigou o guarda-redes Mota a uma excelente defesa.

Na etapa complementar, o Oriental entrou mais forte e, aos 53 minutos, o médio Tom, num remate fortíssimo de fora da área, atirou à barra da baliza do Académico de Viseu.

Contra a corrente do jogo, o Académico de Viseu inaugurou o marcador por João Carneiro - que havia entrado dois minutos antes-, numa jogada em que o médio surgiu sozinho dentro da grande área e correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Tomé.

Nos instantes finais do encontro, o Oriental limitou-se a bombear bolas para o ataque e num desses lances o defesa Clodoaldo carregou Córdoba dentro da grande área. Na transformação do castigo máximo o capitão Daniel Almeida empatou a partida no último lance do jogo.

Já após o apito final, vários jogadores do Académico de Viseu rodearam o árbitro Nuno Almeida e no meio da confusão Renan foi expulso por protestos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG