Mário Figueiredo vai propor II Liga em duas séries

A Liga Portuguesa de Futebol anunciou que quer alargar o quadro competitivo da II Liga para 24 clubes, divididos em duas séries.

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou esta terça-feira que os clubes irão apreciar uma proposta de alteração do quadro competitivo da II Liga, que prevê o alargamento para 24 emblemas, divididos em duas séries.

Mário Figueiredo afirmou que a proposta será objeto de deliberação na Assembleia-Geral (AG) da Liga, em finais de junho, revelando que a mesma pressupõe duas séries (norte e sul) numa primeira fase, à qual se seguirá um campeonato entre os seis primeiros de cada série para apuramento do campeão e subidas à I Liga e um outro para decidir as despromoções.

O dirigente aludiu ainda à existência de mais propostas, em declarações após uma audiência na Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação da Assembleia da República sobre a cláusula de não-concorrência que decorre da operação de concentração ZON/PT/SPORT TV.

"A Liga tem um desafio pela frente, que é a provável inclusão do Boavista na I Liga, razão pela qual entendeu obter a opinião dos mais preparados, reunindo com os clubes e com outras pessoas relacionadas com o futebol, que estão a dar sugestões sobre formatos competitivos", disse o dirigente.

Segundo Mário Figueiredo, a Liga contratou uma empresa, "os melhores" nesse capítulo, revelando que, na quarta-feira, serão dados a conhecer alguns pormenores e propostas que os clubes deverão apreciar na próxima AG.

Foram apresentados vários modelos que atendem, segundo o dirigente, à integração do Boavista, que pode implicar um alargamento para 18 clubes na I Liga (em 2014/15), a manutenção do "ranking" dos clubes portugueses na UEFA, o aumento do número de jogos dos clubes que não participam nas taças europeias e o incremento do número de adeptos.

"São vários os modelos apresentados. Os clubes são soberanos e vão discuti-los", afirmou Mário Figueiredo, que evitou pronunciar-se sobre um hipotético fim da Taça da Liga, ao qual o próprio aludiu em entrevista recente, afirmando que o assunto "foi muito empolado".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG