Manuel Machado: "Não estamos perante nenhum papão"

O treinador do Nacional, Manuel Machado, acredita que a sua equipa tem possibilidades de anular a vantagem (2-0) do Dínamo de Minsk, no jogo de quinta-feira, na segunda mão do "play-off" de acesso à Liga Europa.

No jogo que será disputado no Estádio da Madeira, no Funchal, o técnico dos insulares apela à coesão defensiva e à capacidade ofensiva para inverter a vantagem dos bielorrussos.

"Há necessidade de que sejamos mais compactos no plano defensivo e mais capazes ofensivamente, uma vez que estamos a perder por 2-0", lembrou Manuel Machado em conferência de imprensa.

Reconhecendo que um golo do adversário poderá deitar por terra as aspirações da equipa, Machado não teme o Dínamo de Minsk.

"Não estamos perante nenhum papão, embora reconheça que se trata de uma equipa bem estruturada e mais rodada, com 27 jogos oficiais já disputados e tem uma frente de ataque muito interessante", considerou.

Manuel Machado desvalorizou as três derrotas do Nacional em igual número de jogos oficiais.

"Quando cheguei ao Nacional, em 2012, a equipa tinha cinco pontos em seis jogos e, quando acabou o campeonato, ficámos a apenas três pontos da Europa. Os arranques menos brilhantes não me perturbam, pois tanto perdemos três jogos como podemos ganhar quatro", observou.

O Nacional e o Dínamo de Minsk defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, no Estádio da Madeira, no Funchal, na segunda mão dos "play-offs" de acesso à fase de grupos da Liga Europa que será arbitrado pelo belga Sebastien Delferiere.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG