José Gomes espera que a troca não seja polémica

Presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol compara a substituição de Olegário Benquerença por Pedro Proença a uma lesão de um futebolista.

A troca de Olegário Benquerença por Pedro Proença para dirigir o clássico de domingo entre Sporting e FC Porto foi comparada por José Gomes a uma substituição de um jogador lesionado.

O presidente da APAF justificou que o árbitro da AF Leiria ficará afastado das arbitragens no mínimo 15 dias, devido a "problemas de coluna".

"Na segunda-feira, o Olegário fez exames médicos e vai ficar sem arbitrar, pelo menos, durante 15 dias, até ter conhecimento dos resultados dos exames. São situações que acontecem, tal como a troca de um jogador durante um treino", afirmou José Gomes, no intervalo de um jogo que encerra a Semana Contra o Racismo e a Violência no Desporto.

Em jeito de conclusão, o presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) espera "que a substituição, neste caso por Pedro Proença, não seja mais um motivo de polémica".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG