Jesualdo explica porque é que foi expulso e mostra-se indignado

Treinador dos leões queixa-se que foi desrespeitado pelo árbitro Paulo Baptista.

Jesualdo Ferreira foi expulso no último minuto do Sporting-FC Porto, que terminou empatado a zero, e a primeira coisa que fez após o final da partida foi justificar o lance em que recebeu ordem de expulsão por parte de Paulo Baptista.

"Paulo Batista desrespeitou-me e desrespeitou 40 anos de futebol. Eu só disse 'acabe com o jogo.' Tenho testemunhas. O auxiliar devia ter tido mais atenção durante a partida. Já lhe fui dizer na cabina que não admito. Desrespeitou-me", criticou Jesualdo Ferreira, criticando a equipa de arbitragem por ter conseguido "deixar o Sporting sem treinadores para o próximo jogo", uma vez que Oceano Cruz também foi expulso.

"Foi um Porto muito forte e um Sporting muito esperto, muito solidário. Tivemos as melhores ocasiões. Mais que o ponto foi a forma como o Sporting se bateu. Durante 90 minutos fomos uma equipa solidária contra uma grande equipa. Podíamos ter ganho este jogo", sublinhou o técnico, que aproveitou o "nervosismo e ansiedade" do FC Porto.

O ex-treinador do FC Porto criticou, ainda, Paulo Baptista por não ter tido "coragem para expulsar Otamendi".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG