V. Guimarães-Académica vai ser jogado à porta fechada

Vimaranenses punidos pelo Conselho de Disciplina da FPF devido aos incidentes que levaram à interrupção do dérbi minhoto, entre equipas B, contra o Braga

A equipa principal do Vitória de Guimarães e a equipa B vão disputar um jogo à porta fechada, decidiu esta terça-feira sumariamente o Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).Segundo comunicado divulgado pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), o CD da FPF pune o clube vimaranense, com base no artigo 178.º do Regulamento Disciplinar (RD) da LPFP, que define que os incidentes que atrasem "o início ou reinício do jogo ou interrompam a sua realização por período superior a cinco minutos são punidos com a sanção de realização de jogos à porta fechada a fixar entre o mínimo de um e o máximo de três jogos".Na sequência dos incidentes ocorridos no domingo, no encontro entre as equipas B do Vitória de Guimarães e do Sporting de Braga, da 30.ª jornada da II Liga, os vimaranenses terão de disputar os próximos jogos à porta fechada. A equipa principal defronta a Académica, na segunda-feira, na 21.ª jornada da I Liga, e a formação secundária enfrenta o Benfica B, na 31.ª jornada da II Liga.Além da interdição do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, o emblema vimaranense foi multado em 10.200 euros, enquanto o Sporting de Braga foi punido com uma pena pecuniária de 3.750 euros, desta feita devido a comportamento incorreto do público (Artigo 187.º do RD da LPFP) e à aplicação acessória da sanção de reparação (Artigo 188.º do RD da LPFP).No domingo, o jogo entre Vitória de Guimarães B e Sporting de Braga B, da 29.ª jornada da II Liga, foi suspenso aos oito minutos pelo árbitro portuense Hugo Pacheco, devido a atos de violência entre adeptos das duas formações, no Estádio D. Afonso Henriques.No entanto, caso o jogo não tenha sido considerado interrompido pelo árbitro, mas sim dado como findo, o Vitória de Guimarães incorre noutras penas, estipuladas nos artigos 94.º e 174.º do RD da LPFP.Em causa, nestes pontos do regulamento, está a eventual aplicação de derrota ao clube visitado, uma "sanção de realização de jogos à porta fechada a fixar entre o mínimo de um e o máximo de três jogos" e outro tipo de multas.

Ler mais

Exclusivos