Sporting de Braga empata em Setúbal

O Sporting de Braga foi a Setúbal empatar com o Vitória (1-1), em jogo da 28ª jornada da I Liga. A partida ficou marcada pela expulsão polémica do guarda-redes Eduardo durante a primeira parte.

Já sem possibilidades de atingirem os lugares que dão acesso às competições europeias, Vitória de Setúbal e Sporting de Braga defrontaram-se na tarde desta segunda-feira num jogo que terminou com uma igualdade a uma bola e muita polémica à mistura.

Os visitantes adiantaram-se no marcador ao minuto 11. Éder rematou forte de fora da área e a bola ainda bateu no poste antes de entrar na baliza de Kieszek. Aos 26', deu-se o momento mais polémico do encontro. Após uma defesa para o ar, o guarda-redes Eduardo (no chão) tentou agarrar a bola, mas foi 'atropelado' por Tiba e viu o árbitro Hugo Miguel mostrar-lhe o vermelho direto e consequente grande penalidade, que Ricardo Horta acabou por desperdiçar.

Durante o resto do encontro, a jogar com mais um elemento, os homens da casa exerceram uma forte pressão sobre os bracarenses, e chegaram ao golo do empate aos 80', através de Pedro Tiba.

Com este resultado, ambos os clubes se mantêm nas mesmas posições, Sporting de Braga em 7º, com 36 pontos, e Vitória de Setúbal em 8º, com 35.

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

Navegantes da fé

Este livro de D. Ximenes Belo intitulado Missionários Transmontanos em Timor-Leste aparece numa época que me tem parecido de outono ocidental, com decadência das estruturas legais organizadas para tornar efetiva a governança do globalismo em face da ocidentalização do globo que os portugueses iniciaram, abrindo a época que os historiadores chamaram de Descobertas e em que os chamados navegantes da fé legaram o imperativo do "mundo único", isto é, sem guerras, e da "terra casa comum dos homens", hoje com expressão na ONU.