Sporting-Benfica: Futre diz que Artur vai estar sob "tremenda pressão"

Paulo Futre considera que o Sporting pode explorar o facto de o guarda-redes Artur estar "sob tremenda pressão" e aposta em Montero a titular nos 'leões' e Slimani a entrar na segunda parte.

"A ausência do Júlio César será uma tremenda pressão para o Artur e o Sporting pode explorar essa situação. Todos os olhos vão estar sobre ele, que, ainda por cima, teve aquela falha incrível no último dérbi na Luz", disse à agência Lusa Futre, que não tem dúvidas de que a massa associativa do Sporting também "vai pressionar" o guarda-redes 'encarnado'.

O antigo campeão europeu pelo FC Porto, que nasceu para o futebol em Alvalade e também representou o Benfica, também vê na eventual ausência de Gaitán um trunfo para os 'leões': "Se não recuperar, será a grande baixa. É um jogador acima da média, um craque, e os craques fazem a diferença nestes jogos".

Analisando os pontos menos fortes do Sporting, Futre aponta para o eixo da defesa: "O Paulo Oliveira e o Tobias Figueiredo são dois miúdos com talento e qualidade, mas são uma dupla nova, que começou a jogar há pouco tempo. Vamos ver como se comportarão no dérbi. Até agora não falharam. O Tobias fez aquele penálti contra o Arouca, mas nada de especial".

De resto, Futre recordou que o ponto fraco do Sporting esta época tem estado no centro da defesa, já que "os centrais Nabi Sarr e Maurício não estiveram bem" quando utilizados.

Em relação à dúvida que paira sobre o ponta de lança eleito por Marco Silva, Futre aposta em Slimani "para entrar na segunda parte", por entender que o treinador do Sporting "vai optar por Montero, com Nani e Carrillo como extremos", deixando o argelino "pronto para lançar depois do intervalo".

Já quanto às opções de Jorge Jesus para o ataque, considerou que essa é a grande dúvida do dérbi, mas admitiu que o Benfica vai alinhar com a dupla de ataque Jonas/Lima, até porque o treinador da equipa da Luz "não costuma mudar", embora se trate de "um jogo muito importante, o que pode levá-lo a mexer na estrutura habitual".

"Com a saída de Enzo Pérez, passou a jogar com Jonas e Lima na frente e o Talisca mais atrás. No último jogo, com o Boavista, optou pelo Pizzi, em vez do Talisca. Vamos ver o que fará no domingo", disse à Lusa Futre, para quem as duas equipas se apresentam num "bom momento", o que faz antever "um jogo espetacular".

Ler mais

Exclusivos