Quando Mourinho era o Special One no Comércio e Indústria

Antigos colegas do popular clube de Setúbal recordam como com vinte e poucos anos já mostrava a sua faceta de líder. E também o dia em que salvou a vida a um colega.

O motivo era um encontro de antigas glórias do União Futebol Comércio e Indústria, popular clube de futebol de Setúbal que hoje atua nos Distritais mas que há uns anos disputou a III Divisão. José Mourinho, o Zé Mário, como era tratado na altura, não compareceu ontem ao encontro. Mas nem por isso deixou de ser o principal tema de conversa. Não propriamente pelos dotes de jogador (esteve no clube entre 1985 e 1987), que na realidade nunca foi, mas pela faceta de líder e pessoa respeitada.

Fernando Chaves, ex-capitão de equipa, contou ao DN um episódio que demonstra como já na altura Mourinho mostrava sinais de liderança. Foi num jogo de alta tensão para o Comércio e Indústria na época 1985-86. Um mau resultado em casa frente ao Estrela de Vendas Novas deixava o clube com um pé nos Distritais - o que acabaria por suceder. Perante uma acesa discussão entre treinador e capitão, Mourinho, que à época tinha pouco mais de 20 anos, assumiu a liderança do grupo. Afastou os restantes colegas do conflito, falou com eles e até incentivou o "Pingas", um jovem de 18 anos que acabava de chegar dos juniores e que substituiu Fernando Chaves.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Ler mais

Exclusivos