Mafra oficializa constituição de SDUQ e já pode competir na II Liga

Após a AG realizada a 26 de junho, o clube justificou a criação de uma SDUQ em detrimento de uma SAD devido à urgência colocada na apresentação das candidaturas.

O Mafra, clube da II Liga de futebol, anunciou hoje nas redes sociais a constituição de uma Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ), que foi aprovada em Assembleia Geral (AG) a 26 de junho.

Numa breve nota na página do clube no facebook, os mafrenses que este ano celebram 50 anos e vão cumprir a primeira temporada na II Liga, oficializaram a constituição da SDUQ para que possam participar nos campeonatos profissionais.

Após a AG realizada a 26 de junho, o clube justificou a criação de uma SDUQ em detrimento de uma SAD devido à urgência colocada na apresentação das candidaturas, bem como as dificuldades de negociações com possíveis investidores.

A SDUQ terá o clube como único sócio, sendo gerida pelo presidente do Mafra, José Cristo, oo diretor desportivo Quim Zé e ainda José António Costa.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.